O Agile depois da euforia

Author: Sara Silva - Postado em: 20/05/2013
Relacionado as categorias: Projetos, Diversos |  





corbis-42-36078898.jpg

Algum tempo já se passou desde o “boom” de empresas usando metodologias ágeis como Scrum, XP ou Kanban, e chegou a hora de avaliar esse tempo, ver o que ficou e como ficou.

1 – Scrum

Eu posso afirmar que o  Scrum, dentre as metodologias ágeis, foi a mais difundida, mais utilizada, mais documentada e com mais casos de sucesso.

Você deve estar pensando: “Que ótimo! Então vou usar o Scrum!”. Mas o Scrum, como toda metodologia ágil, não é o salvador da pátria. Muitos gostam, muitos não gostam, a maioria não se adapta, e outros se motivam a cada dia, e é assim que as coisas funcionam. O que precisamos ter em mente ao utilizar qualquer framework ágil, é que se as pessoas envolvidas não estão felizes com todo o processo, nada vai acontecer.

Ainda, o Scrum é a metodologia ágil de maior sucesso e maior aceitação nas empresas hoje em dia, mesmo depois da explosão e da calmaria, hoje em dia é muito comum você encontrar oportunidades de Gestão de Projeto, utilizando Scrum.

Se você estiver precisando e, principalmente, querendo mudar, utilize o Scrum.

2 – XP

Depois de 2010, eu nunca mais ouvi falar de empresas de sucesso usando o XP, talvez por ser uma metodologia extremamente direcionada a hard-coding, poucos utilizam-se do fato de terem implementado XP, para trazer algum benefício para a corporação. Mesmo assim, muitas partes do XP são altamente utilizadas pelos programadores espalhados pelo mundo, como o Pair Programming, o TDD (Desenvolvimento Orientado a Testes) e a Integração Contínua.

Para todo desenvolvedor, é importante que a cultura de programação extrema esteja bem clara se for trabalhar em alguma equipe ágil.

3 – Kanban

Talvez poucos saibam que o kanban, ou parte dele, hoje em dia é utilizado em praticamente todas as metodologias ágeis. O Kanban é mais um conceito que uma metodologia em si.

Todas as metodologias ágeis prezam muito pela fácil visualização do posicionamento das tarefas, e para isso utilizam um quadro de kanban.

Mesmo que você não queira utilizar uma metodologia ágil, ou não consiga emplacar um gerenciamento utilizando uma delas, tente utilizar ao menos o kanban, pois isso certamente trará uma agilidade na hora de desenvolver, e gerenciar os próximos projetos em sua empresa.

Espero que todos saibam que, independente do tipo de gerenciamento de projetos que você deseja adotar, o mais importante é dar foco nas pessoas. São as pessoas que fazem tudo acontecer. Quanto mais agentes de mudança existirem em sua empresa, melhor. Aprenda a motivar as pessoas, dando liberdade para criarem, tentarem coisas diferentes, coisas novas. Deixe as brigas de lado, resolva os conflitos. Tenha respeito por todos os colegas, de igual para igual. E o mais importante, não tenha medo de mudar, tenha uma opinião sobre tudo, aprenda mais e mude sua opinião, não tenha vergonha disso.













Comments

Leave a Reply






Últimos posts